Vídeos: brasileiro é preso na argentina por atentado contra vice-presidente Cristina Kirchner

O governo argentino confirmou a prisão de um homem brasileiro que teria cometido um atentado contra a vida de Cristina Kirchner, ex-presidente do país e atual vice-presidente argentina. O ataque foi filmado e, por sorte, a arma usada pelo criminoso falhou.

De acordo com informações do jornal Clarín, um dos maiores em circulação no país, o homem seria brasileiro e tem 35 anos. O vídeo mostra o momento em que uma arma é apontada a queima-roupa contra Cristina, mas o disparo falha.

LEIA TAMBÉM:  Aos 80 anos, Susana Vieira vai aos prantos ao revelar frustração como mãe: “Hoje eu vejo”

A vice-presidente estava se preparando para entrar em sua casa, no bairro de Recoleta, em Buenos Aires, quando foi surpreendida pelo ataque. Cristina estava conversando com apoiadores, quando o homem se infiltrou no meio da multidão.

Existe a possibilidade de que a arma seja falsa, uma vez que não houve disparo. No entanto, as autoridades argentinas afirmam estar em posse da arma e a informação é de que o disparo falhou; as imagens já circulam o mundo.

LEIA TAMBÉM:  Simony volta a ser internada em meio a dura batalha contra o câncer

Fernando Andres Sabag Montiel é de nacionalidade brasileira, mas reside na Argentina, segundo as informações. Montiel já teria passagem pelo sistema criminal argentino, depois de ser detido por “porte de arma não convencional”. Segundo as informações apuradas pela mídia local, ele foi detido em La Paternal, com uma faca que alegou ser para defesa pessoal.

O brasileiro foi detido imediatamente depois da tentativa de disparo contra a vice-presidente argentina. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (01).