No ES, filho procura mãe tarde da noite, acha seu corpo sem vida e lá tem o mesmo destino e falece

Neste último sábado, foi noticiado que ocorreu uma tragédia em uma família. Uma mulher de 63 anos, Aguida Dias Cesconetto, acabou morrendo ao lado de seu filho, Augusto Cesconetto. Os dois morreram após levar um choque elétrico. Com apenas duas horas de diferença, ambos acabaram não resistindo a forte tensão.

De acordo com que foi informado pelas autoridades, a mãe havia saído para pescar e como já havia anoitecido e ela ainda não estava de volta, o filho se preocupou e foi atrás da mulher, encontrando-a já desacordada.

LEIA TAMBÉM:  Stênio Garcia perde a paciência, detona Sônia Abrão e diz tudo que estava entalado: ‘Vive da desgraça alheia’

A suspeita é que ela tenha se acidentado e caído em uma cerca elétrica. Como estava escuro, o filho não percebeu o que havia no local e acabou sendo eletrocutado da mesma forma que a mãe.

Quando o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel) foi acionado, já era tarde demais e não havia mais nada que pudesse ser feito. Eles já estavam sem os seus sinais vitais. Os corpos foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal). O caso aconteceu no Espírito Santo.

LEIA TAMBÉM:  Aos 17 anos, filha de Romário assume namoro com lutador de muay thai: “Amor”

A cerca elétrica é utilizada com a intenção de proteger uma plantação de milho que fica no local, além de impedir que o gado consiga acessar o local.

Quando se toca em uma pessoa que foi eletrocutada, sem qualquer tipo de proteção, o choque acaba sendo duplicado na pessoa que a tocou. Assim, as chances de sobrevivência passaram a ser mínimas.

LEIA TAMBÉM:  Luto: Falecimento de ator querido deixa familiares e amigos abalados