Dentista não resiste e acaba falecendo após passar por teste de aptidão física da PM no Ceará; familiares lamentam

Neste domingo, dia 12 de junho, foi confirmada a morte da dentista Darlene Sonaria Ferreira, de 30 anos de idade. Ela faleceu após ter se sentindo mal durante um teste de aptidão física que foi realizado com a intenção de ingressar na Polícia Militar do Ceará. O caso está sendo investigado.

Uma familiar da mulher, que preferiu não ter sua identidade revelada, disse que Darlene teria sofrido um infarto após ter passado por uma das provas. A prima ainda comentou que a dentista nasceu no Rio Grande do Norte, e após algum tempo, ela se mudou e passou a atender na região de Iracema, interior do Ceará.

LEIA TAMBÉM:  Professora que levou cinco tiros durante ataque em escolas de Aracruz acorda do coma e reconhece família

“Ela sempre foi assim de conseguir as coisas na garra. Ela queria ser oficial da PM. Sempre viveu longe de casa em busca dos sonhos dela”, comentou a prima, revelando que Darlene era uma pessoa muito sonhadora e que corria atrás de seus objetivos.

Foi informado pelas autoridades que assim que Darlene passou mal, ela foi imediatamente socorrida e encaminhada às pressas para a unidade de saúde mais próxima. Porém, a dentista já chegou ao local inconsciente e sem os seus sinais vitais. O seu óbito acabou sendo confirmado.

LEIA TAMBÉM:  Marcello Antony não consegue segurar suas lágrimas ao falar sobre o seu filho soropositivo: ‘Negativou comigo’

A Prefeitura de Iracema chegou a publicar um comunicado oficial, no qual lamentou a morte da dentista e ainda disse que se solidariza com a perda. Ela era muito querida na região.