Esposa de Renato Kalil, médico denunciado por violência obstétrica, é encontrada sem vida

A esposa do ginecologista Renato Kalil, a nutricionista Ilana Kalil, foi encontrada morta em sua casa, localizada em São Paulo, na madrugada de segunda-feira, 14. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou a informação. A equipe do médico, por sua vez, optou por não comentar sobre o caso e, por isso, não forneceu mais informações. Ilana, de 40 anos, deixou duas filhas, frutos do seu casamento com o ginecologista.

LEIA TAMBÉM:  Michelle publica primeiro vídeo após derrota do marido e gera repercussão

O nome de Renato Kalil repercutiu no fim do ano passado, quando ele foi acusado de violência obstétrica pela influenciadora digital Shantal Verdelho. A partir disso, outras pacientes também denunciaram o médico por situações semelhantes. Ele nega as acusações, mas sete pacientes e funcionárias do médico denunciaram abusos sexuais ou violência obstétrica.

Vale lembrar que, na época em que o obstetra começou a ser duramente criticado nas redes sociais, Ilana chegou a defender o marido na web. As circunstâncias da morte da nutricionista estão sendo investigadas e, até o momento, não há indícios de crime.

LEIA TAMBÉM:  Celso Portiolli surge com rosto irreconhecível e esclarece o que aconteceu com ele

Quem é Renato Kalil

Ginecologista há mais de 35 anos, Renato Kalil já esteve à frente de mais de 10 mil partos. Atualmente com 60 anos, ele é investigado pela Polícia Civil e ainda pelo Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo).

Kalil se tornou alvo de investigação após o vazamento de um áudio de Shantal, no qual ela acusou o profissional de violência obstétrica, que teria acontecido durante o parto de sua segunda filha, Domênica.