Caso Lara: Aos prantos mãe conta como ficou sabendo que a filha estava morta e comove o Brasil

Quem matou Lara? A estudante Lara Maria Oliveira Nascimento, de 12 anos, considerada doce e tímida, foi assassinada após desaparecer no último dia 16 de março, em Campo Limpo Paulista, que fica na Região Metropolitana de São Paulo.

A garota havia chegado da escola e foi comprar um refrigerante para o almoço, Lara foi até uma mercearia que fica a cerca de 600 metros da residência da família onde ela foi vista com vida pela última vez por volta das 13h.

LEIA TAMBÉM:  Cássia Kis é denunciada por colegas de trabalho por homofobia e constrangimento; Globo se pronuncia

Após três dias de buscas e muito desespero por parte dos pais, familiares e amigos, o corpo de Lara foi encontrado no último dia 19 de março, em um matagal próximo do local de onde ela desapareceu.

A garota frágil teve uma morte violenta, o laudo oficial que foi divulgado nesta última terça-feira (29), traz novos detalhes sobre a dinâmica empregada no assassinato de Lara Maria.

LEIA TAMBÉM:  Chega notícia sobre estado de saúde de Glória Maria, aos 72 anos; filhas também foram infectadas

Segundo o médico legista responsável pelo exame cadavérico de Lara, as pancadas que causaram a morte da estudante podem ter sido causadas por um martelo ou picareta que causaram as lesões profundas na cabeça da garota e a deixaram com o rosto deformado.

O carro de cor prata do principal suspeito de ter cometido o crime foi periciado nesta última terça-feira. O homem que teve o pedido de prisão preventiva decretada está foragido.