Renata Vasconcellos deve deixar Jornal Nacional e Globo define sucessora; não é Maju Coutinho

Renata Vasconcellos tem contrato com a Globo até 2025 e deve cumprir o acordo até o fim. É possível que até lá Renata continue à frente do telejornal mais assistido da TV brasileira. Apesar disso, a substituta de Renata na bancada do Jornal Nacional já estaria definida.

Renata Vasconcellos assumiu o comando do JN ao lado de William Bonner em 2015, após saída de Patrícia Poeta. Desde então, Renata deu notícias importantes sobre o Brasil e o mundo. Ao lado de Bonner, ela forma uma dupla que é elogiada pelos telespectadores.

LEIA TAMBÉM:  Filho de Chico Anysio se cansa e conta o motivo da viúva do humorista não ter recebido nenhum centavo de herança

O trabalho no Jornal Nacional é exaustivo. Nos últimos anos, com críticas pesadas feito ao noticiário da Globo, especialmente pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, a situação parece ter ficado mais difícil. Os apresentadores do Jornal Nacional chegaram a ser alvos de notícia crime após levarem ao ar reportagem envolvendo o senador Flávio Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM:  Fátima Bernardes não se faz de rogada e manda recado na lata para torcida de Arthur Aguiar

Renata deve deixar o Jornal Nacional

De acordo com o site Observatório da TV, a Globo fez pesquisa junto ao mercado publicitário e identificou que Aline Midlej, da GloboNews, é o nome certo para substituir Renata Vasconcellos na bancada do Jornal Nacional. Seria assim que a emissora deve proceder quando a atual titular deixar o JN.

O nome de Aline Midlej não chega a ser surpreendente já que o trabalho dela é reconhecido na GloboNews. Maju Coutinho, atualmente no Fantástico, também já foi cotada no Jornal Nacional, mas se isso acontecer deve ser em um futuro distante. Aline deve ser a primeira da fila para ficar com a vaga de Renata Vasconcellos.