Pais se despedem do filho, aparelhos são desligados e o que acontece em seguida deixa a todos em choque: ‘Deus tinha outros planos’

Este caso viralizou e comoveu milhares de pessoas em todo o mundo, um bebê nasceu com uma condição conhecida como Hiperglicinemia não-cetótica (NHK), este é um distúrbio que causa uma desordem metabólica de caráter hereditário que promove o aumento da glicina no organismo.

O acúmulo da glicina provoca crises convulsivas, dificuldades para respirar, alimentar, fragilidade muscular, convulsões e sérios problemas neurológicos.

LEIA TAMBÉM:  Vídeo: Velório de Susana Naspolini é marcado por muita comoção, filha da jornalista precisou ser amparada

Neste caso, um bebê identificado como Karson, nasceu com a Hiperglicinemia não-cetótica e outras várias complicações de saúde que para continuar vivo ele dependia dos aparelhos de suporte à vida.

A equipe médica que passou a cuidar do bebê afirmou para os pais de Karson que ele era considerado um paciente bastante grave, e disseram que Karson não iria andar, falar, não seria alimentado pela boca, se tornaria deficiente visual, não consegue respirar sozinho e que passaria a sofrer convulsões, cerca de 30 vezes ao dia.

LEIA TAMBÉM:  Avó tira a vida de neto de 2 anos, e o motivo deixa todos em choque

Diante de um prognóstico tão assustador a família se reuniu e mesmo diante de uma dor imensurável optaram por autorizar que os aparelhos de suporte à vida fossem desligados.

“Embora não estivéssemos prontos para nos despedir de Karson, chegamos a um acordo com o inevitável. Recebemos 10 minutos após retirar os cuidados intensivos e o ventilador e disseram que ele não respirava sozinho e esperaria que seu coração parasse dentro desses 10 minutos”, afirmou Lisa Hough, avó de Karson.

LEIA TAMBÉM:  Jovem de 20 anos vai casar com empresário de 77 e se declara: ‘descobri que estava me apaixonando por ele’

Emocionada, Lisa afirmou que Deus tinha outros planos para o neto, e que toda a família presenciou um verdadeiro milagre.