Mulher que congelou marido no freezer em SC: ‘Vou estar presa, mas estou leve’

A mulher que tirou a vida do próprio marido em Santa Catarina, acabou concedendo uma entrevista a um canal criminalista do YouTube. A mesma deu detalhes de como assassinou seu marido, e disse que estava vivendo uma grande pressão dentro do seu casamento.

“Ele não me deixava fazer nada, simplesmente eu não tinha vida própria. Eu não podia sair com as amigas. Eu ia ao salão fazer o cabelo e tinha que sair com o cabelo molhado, porque ele estava me enchendo o saco por estar demorando. Tinha que correr contra o tempo, a minha vida sempre foi sob pressão”, disse Claudia na entrevista.

LEIA TAMBÉM:  Caso Lara: Parente próximo pode ter envolvimento com o crime e novos detalhes provocam reviravolta no caso

Ela contou também que Valdemir pedia para ela fotos e vídeos chamadas, quando ela precisava sair para algum compromisso, algo que se tornou doentio. “Não podia me arrumar para essas ocasiões, porque não eu ia ta me arrumando para outro”.

Claudia disse que sofria violência doméstica diariamente, e que também as perseguições do marido a irritavam muito. Porém disse que não confessou o crime, e ficou muito brava ao ver o marido numa pizzaria em confraternização.

“Ele tinha me dito que ia ficar em casa, fiz uma chamada de vídeo alguns momentos antes e, de repente, ele apareceu lá na pizzaria. Fiquei bem chateada, ficou como se eu não tivesse contado a ele. Mostrei todos os meus passos para ele, fui relatando tudo”. contou.

LEIA TAMBÉM:  BBB22: Jojo Todynho não se segura e detona Laís Caldas por suas atitudes: ‘Gosta de passar vergonha’

No dia do crime, Claudia ainda perguntou ao marido se poderia viajar com amigas. “Ele me bateu e disse que se eu fosse ele ia me buscar e me matar. Ele disse: se eu acordar e você não estiver em casa, eu mato você”, conta. “Aí eu pensei, se alguém vai morrer, que seja você”.

LEIA TAMBÉM:  ‘Coração partido’: Mãe de luto perde a vida dois dias após o seu filho ter partido e causa comoção

Após confessar o crime e expor que vivia um inferno com o marido, Claudia disse: “Vou estar presa, mas estou leve. Tive que tomar essa decisão, porque vi que era ele ou eu. Ele não ia me deixar em paz nunca”.

Ela deu remédio para o marido dormir e com auxílio de uma sacola plástica o asfixiou, a autora do crime confessou tudo, levando seu corpo enrolado em um lençol para o freezer depois.