Mulher morre enquanto dormia após vizinho do andar debaixo atirar no teto

Um caso chocante chamou a atenção dos internautas nesta semana. Na última segunda-feira (24), uma mulher foi à óbito após seu vizinho, que morava no andar de baixo, realizar disparos com arma de fogo no teto da residência. De acordo com as informações, os tiros perfuraram o piso, atingindo a vítima, que estava dormindo no momento do ocorrido. O caso em questão aconteceu em solo norte-americano, no estado da Carolina do Norte.

A motivação, até o momento desta publicação, não está totalmente clara, contudo, sabe que o homem realizou os disparos durante uma discussão. A vítima foi identificada como Alia Matti, de 37 anos de idade. De acordo com as informações, as autoridades policiais encontravam o corpo apenas no dia seguinte, se deparando com Alia enrolada em um cobertor e com ferimentos ocasionados pelo disparo em seu torso.

LEIA TAMBÉM:  BBB22: Laís não deixou barato após Arthur ter a indicado para o paredão: ‘Vai sentir’

O criminoso foi identificado como A’Monte Zariq Jones, de apenas 20 anos de idade, que foi preso logo em seguida com a acusação de assassinado. Foi informado, ainda, que Jones já possuía outras passagens pela polícia.

Bobby Kimbrough, Jr, xerife responsável pelo caso, se pronunciou a respeito do crime, enfatizando que, neste momento, as investigações necessárias estão sendo realizadas, e a Justiça para a vítima, que perdeu a vida no trágico acidente, será feita.

LEIA TAMBÉM:  BBB23: após incidentes em Prova do Líder, TV Globo toma decisão sobre festa do final de semana

Alia, irmã da vítima, concedeu uma entrevista para os jornais locais, dizendo que a mulher sofreu durante horas sozinha após ser atingida pelos tiros, indagando o motivo de não subirem à residência da vítima após os disparos.

Brasileiro entra em coma após tiroteio em festa nos EUA

No município de Worcester, localizado no estado de Massachussets, nos Estados Unidos, três brasileiros foram presos após participarem de um tiroteio durante uma festa que levou um jovem ao coma. A festividade aconteceu no dia 15 de outubro, momento que os brasileiros entraram no evento, realizando disparos contra as pessoas que estavam no local.

LEIA TAMBÉM:  Após proibição de Zilu, Wanessa de derrete por Zezé di Camargo em homenagem: “Meu herói”