Idosa bebe detergente e falece em casa de repouso; funcionários pensaram que o produto de limpeza era suco

Uma idosa de 93 anos hospedada em uma casa de acolhimento para a terceira idade perdeu a vida intoxicada após a ingestão de detergente. Gertrude Elizabeth Murison Maxwell era portadora de demência e passava os seus dias repousando na Atria Park Senior, localizada na Califórnia, Estados Unidos. Além dela, pelo menos outros dois idosos também ingeriram a substância, sendo encaminhados às pressas para um hospital da região.

LEIA TAMBÉM:  Dias após dar à luz, Claudia Raia faz reflexão sobre idade avançada

No relato original, a direção da casa de repouso afirmou que os idosos ingeriram o detergente por conta própria. A versão, porém, foi refutada pelos familiares de Gertrude por uma razão muito simples: por conta da idade avançada e em razão do diagnóstico de demência, a vítima jamais conseguiria levar, sozinha, um copo até a sua boca.

“Minha mãe, assim como muitas pessoas, precisam que você segure um copo na boca dela para ingerir as coisas”, afirmou em entrevista ao canal norte-americano KTLA a filha de Gertrude, Marcia Cutchin.

LEIA TAMBÉM:  Aos 62 anos Gretchen diz TENHO MEDO DE FICAR FEIA E VELHA, veja o vídeo

Com o avançar das investigações, a administração da casa de repouso mudou a sua versão e confirmou que o detergente foi entregue aos idosos por meio de funcionários do local. Em verdade, o produto foi confundido com suco por conta da coloração, promovendo a intoxicação dos hóspedes que fizeram a ingestão.

Em nota, a Atria Park Senior garantiu que está contribuindo com as autoridades policiais para as investigações do incidente. Além disso, a casa de repouso prestou suas condolências aos familiares de Gertrude. Quanto aos outros dois idosos, não há informações referentes ao atual estado de saúde.

LEIA TAMBÉM:  Minutos após ter mandado foto para sua esposa, engenheiro perde a vida de forma trágica; ela desabafou