Emagrecedor que lesionou fígado de Paulinha Abelha é um mix composto por plantas

Paulinha Abelha, 43 anos, faleceu após ter o fígado debilitado após o uso de um complexo de substâncias que é usado para dormir, ficar mais alerta, ter ganho de definição dos músculos e, como característica principal, ajudava a emagrecer. Esse mix é a chave para entender os motivos do falecimento da artista.

O resultado da biópsia mostra que houve uma lesão aguda no fígado com necrose, ou seja, o órgão dela estava fortemente debilitado, com áreas que foram consideradas como morta. Além disso, havia a retenção da bile. A função do fígado é justamente eliminar substâncias tóxicas por meio da bile.

LEIA TAMBÉM:  De cortar o coração: Ator de ‘Pantanal’ compartilha a primeira foto no hospital após o atropelamento

Os exames mostraram que foram encontradas substâncias como anfetaminas, que agem no cérebro aumentando o estado de alerta e agindo sobre o apetite. Além disso, foram localizados os chamados barbitúricos, que são sedativos e calmantes e podem ter sido utilizados no momento da internação.

O receituário desse mix de substâncias foi receitado por uma médica com sete medicamentos ou fórmulas que misturavam 18 itens. O objetivo dessa lista medicamentosa era inibir a absorção de carboidratos, gordura, atuar no humor, no sono e apoio em atividades físicas para ganho muscular.

LEIA TAMBÉM:  Juliano Cazarré desabafa após solicitar dispensa de Pantanal: ‘Já voltei para o Rio’

Remédios e substâncias tomadas por Paulinha Abelha

A receita continha sete tópicos, sendo que três deles eram os alopáticos, que normalmente atuam produzindo efeitos contrários aos da doença como, por exemplo, antibióticos ou antidepressivos.