Você vai se surpreender com a conta bancária do cantor do hit Caneta Azul, que explodiu no Brasil

Como todos sabemos, em 2019, o cantor Manoel Gomes viralizou com o hit “Caneta Azul”. A música acabou se tornando uma verdadeira febre e, onde quer que fosse, ouvia sobre o fenômeno que afetava públicos de todas as idades. O que muitos não sabem, porém, é que o autor da música, Manoel Gomes, passou por bons momentos.

Depois que seu nome se tornou popular, o cantor decidiu sair em turnê, ganhando novos fãs e ganhando dinheiro com seu hit. Mas, apesar de seus esforços, sua turnê não correu muito bem devido à pandemia.

LEIA TAMBÉM:  Notícia urgente direto do Vaticano sobre a cirurgia de líder religioso

Então Manoel Gomes teve uma ideia: Investir na vida. O projeto online deu certo e Manoel Gomes conseguiu reunir nada menos que 1,5 milhão de espectadores assistindo simultaneamente à sua apresentação.

Quando parecia que tudo estava indo bem, o artista enfrentou outra decepção. O YouTube não ganhou dinheiro em sua transmissão ao vivo, pois alguns links falsos dificultavam a obtenção. Em seguida, ele foi alvo de fake news que diziam que ele havia morrido. Além disso, ele também sofreu um grande golpe de seu empresário.

LEIA TAMBÉM:  Lutando contra um câncer, Preta Gil ressurge nas redes sociais e explica sumiço: ‘É pesado’

O fato é que apesar de seu sucesso, diante de todas as dificuldades que encontrou, Manoel Gomes não conseguiu guardar uma grande soma de dinheiro em sua conta, e o que tem lá hoje é quase nada comparado ao seu sucesso em todo o Brasil.

VIDA APÓS GOLPE

Logo após o golpe desditoso, Manoel Gomes resolveu mudar de rumo e focar na carreira política. No entanto, ele tem lutado para conseguir novos hits, porém, a única música que chegou perto do sucesso de Caneta Azul é Eu Vou Parar de Ser Besta, que tem 1,6 milhão de visualizações.

LEIA TAMBÉM:  Ex-parceiro revela segredos desconhecidos: "Descobri e seguimos caminhos separados"

Na esfera política, o artista apresentou-se como candidato à representação estadual do estado do Maranhão. Inclusive, ele obteve pouco mais de 7.000 votos e não conseguiu uma vaga no legislativo estadual.