Revoltada, Giovanna Antonelli pede que Guilherme de Pádua seja levado a cadeira elétrica

A filha de Gloria Perez a atriz Daniella Perez, foi assassinada cruelmente em 1996, num crime que chocou o país. Na ocasião a mesma era uma das atrizes mais queridas, e este ano a HBO trouxe um documentário relembrando o caso.

O responsável pela morte da mesma era Guilherme de Pádua, ele também era ator na época. O mesmo contracenava com a filha de Gloria, eles eram um casal na trama e eram protagonistas na novela.

LEIA TAMBÉM:  Caso Lara: identificado suspeito do assassinato da menina, homem foge e deixa carro para trás

Guilherme abraçou a mãe de Daniella e seu viúvo Raul Gazolla, no dia do crime, contudo o mesmo apareceu nas redes sociais esta semana. Ele apareceu para pedir perdão a mãe da mesma e seu viúvo, e causou revolta em algumas pessoas.

Gloria Perez, eu te peço perdão por todo sofrimento que eu te causei. Eu jamais esqueci daquele encontro na carceragem. Raul Gazolla, eu te peço perdão“, declarou Guilherme, que afirmou ter sido bastante cobrado paratomar tal atitude.

LEIA TAMBÉM:  Vivendo com câncer sem cura, Susana Vieira corta cabelo e desabafa em video: ‘Tudo pro chão’

Uma das pessoas que se manifestou diante de tanta revolta foi a atriz Giovanna Antonelli, em suas redes sociais a mesma postou o seguinte: “Cadeira elétrica! Nojo“, escreveu a famosa.

Guilherme de Pádua foi condenado a 19 anos pelo assassinato de Daniella, porém cumpriu 7, e foi liberado para cumpriu em regime fechado. Hoje o mesmo é pastor de uma igreja, continue seguindo nosso site e esteja sempre informado sobre os maiores acontecimentos do Brasil e do mundo.