Dentista não resiste após ter passado mal durante teste físico para o Exército

Nesta quarta-feira, dia 22 de junho, foi confirmada a morte da dentista Ingrid Balbino de Sousa Coelho. O Comando Militar de Leste (CML) abriu um processo para investigar o caso, pois a dentista faleceu após ter feito um teste de aptidão física para o cargo de Oficial Temporário do Exército. A prova foi realizada em um Colégio Militar, localizado na Tijuca, na região do Rio de Janeiro. Ingrid estava concorrendo a uma vaga para dentista.

LEIA TAMBÉM:  Boni sofre infarto durante voo, e estado de saúde é revelado

Através de uma nota, o CML informou que Ingrid passou mal durante a prova.

“A candidata recebeu os primeiros socorros no local e foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA)”, disseram as autoridades, diante do ocorrido e de toda a situação.

Ainda foi dito, que durante o período noturno, o quadro se agravou e ela não conseguiu resistir, indo a óbito.

LEIA TAMBÉM:  Sem papas na língua, Arthur Aguiar responde se está no grupo de WhatsApp com ex-BBB‘s

O CML ainda disse que foi aberto uma investigação para apurar o que teria acontecidos no caso e que também está fazendo o possível para prestar o máximo de apoio para os familiares da dentista.

Esse não é o primeiro caso que uma pessoa morre após realizar um teste de aptidão física da Polícia. Recentemente, foi divulgado que o candidato Fábio Henrique Silva, de 41 anos, passou muito mal durante a prova e também não conseguiu resistir.

LEIA TAMBÉM:  Ex de Roberto Carlos decide contar verdade que ninguém conhece: ‘descobri e nos separamos’

A Polícia Civil chegou a informar que ele teria apresentado um laudo médico para a realização da prova.