Corpo carbonizado de ator desaparecido é encontrado em São Paulo

O assassinato de Yago Henrique França, um jovem ator, tarólogo e drag queen de 29 anos, causou consternação e revolta em todo o país. Seu corpo foi encontrado carbonizado em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, em 7 de março de 2023. A notícia abalou a comunidade LGBTQIA+ do Brasil, que se mobilizou para exigir justiça e acabar com a violência e a discriminação contra a comunidade.

LEIA TAMBÉM:  Thammy Miranda abre o jogo sobre cirurgia para implante de órgão masculino e conta detalhes: ‘Eu quis expor’

A mãe de Yago, Simone Garcia França, foi quem reconheceu o corpo. Ela afirmou que reconheceu o filho pelas tatuagens que ele tinha no braço e na perna. “Como uma mãe não vai reconhecer?”, disse ela em entrevista à imprensa. “Ainda bem que acharam, senão ele iria ser enterrado como um indigente.”

O desaparecimento de Yago foi registrado em boletim de ocorrência em 28 de fevereiro pelo pai do jovem, Mario Adilson França. Segundo a família, ele saiu de casa no dia 27 para um encontro marcado por um aplicativo de relacionamento e não foi mais visto. Desde então, amigos e familiares se mobilizaram nas redes sociais para encontrar o jovem.

LEIA TAMBÉM:  Falece atriz Kirstie Alley, aos 71 anos, após descoberta de câncer

A notícia da morte de Yago gerou indignação e suspeitas de homofobia por parte de amigos e membros da comunidade LGBTQIA+. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP) de São Paulo, o caso foi registrado como “morte suspeita” e está sendo investigado pela Delegacia de Itapecerica da Serra. Uma perícia e exame necroscópico da vítima foram solicitados.

LEIA TAMBÉM:  Namorado de influenciadora vítima de assalto no Rio agradece o apoio dos fãs