Arthur Aguiar finalmente conta o que fez com prêmio do BBB e deixa até Serginho Groisman de queixo caído

O ator e ex-BBB Arthur Aguiar foi um dos convidados do Altas Horas especial deste último sábado (13). Durante a atração, comandada por Serginho Groisman, ele contou o que fez com o prêmio de R$ 1,5 milhão que ganhou no BBB22.

O programa deste sábado foi ao ar ao vivo, com diversos artistas que recebiam ligações de doadores ao Criança Esperança. Diferentemente de anos anteriores, essa atração foi ao ar dentro do Altas Horas e não em uma edição especial dedicada à campanha da TV Globo.

LEIA TAMBÉM:  Pai fica chocado ao observar pelas câmeras o que sua esposa estava fazendo no quarto do bebê; veja o vídeo

Arthur Aguiar conta o que fez com R$ 1,5 milhão

O apresentador Serginho Groisman questionou Arthur Aguiar sobre o que ele fez com o prêmio que ganhou no programa. Ele dá uma resposta que deixa o dono da atração surpreso, pois ele não gastou nada do dinheiro que recebeu.

O marido de Maíra Cardi disse que não gastou e nem mexeu no prêmio. Ressalta que tem trabalhado bastante e que tudo tem prosperado. “Tem muita coisa acontecendo. Deixe ele lá, rendendo, para que a gente possa ajudar outras pessoas”, finalizou o ator.

LEIA TAMBÉM:  Alexandre Dauage "Zóio" Vereador mais ativo da câmara está na disputa para Prefeitura em 2024

Essa resposta deixou Serginho Groisman visivelmente chocado e ele aproveitou a ocasião para brincar com o convidado. O comandante do Altas Horas disse que já ouviu dizer que Arthur era mão fechada, porém, que não sabia que era tanto assim.

Altas Horas especial Criança Esperança

O Altas Horas, diferentemente do que ocorre normalmente aos sábados, aconteceu ao vivo e com uma ação em especial. O programa aconteceu diretamente do Mesão da Esperança, onde artistas da emissora dos Marinho atendem a ligações que são destinadas para arrecadar doações para o Criança Esperança, evento anual da TV Globo para ajudar a população carente.

LEIA TAMBÉM:  Faustão debocha de declaração do filho e leva verdadeiro fora: ‘A opinião é minha! Eu falo o que eu quero!’