Pai de estudante baleada na cabeça desabafa sobre situação: ‘Fiquei estraçalhado, arrasado, sem acreditar’

O ataque às escolas da cidade de Aracruz, estado do Espírito Santo, causaram grande comoção nas redes sociais. O responsável pelo tiroteio foi preso algumas horas após ter cometido o crime. Ele estava dentro de casa quando foi apreendido pelos policiais.

Os familiares da estudante Thais Pessotti da Silva, de 14 anos, confirmaram que ela é uma das vítimas do ataque em Aracruz. A jovem foi atingida na cabeça e o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, na noite deste sábado, 26 de novembro, ressalta que a paciente continua em estado grave.

LEIA TAMBÉM:  Aos 17 anos, filha de Romário assume namoro com lutador de muay thai: “Amor”

Família fala sobre estado de saúde de adolescente

Os parentes da estudante conversaram com o portal de notícias G1 e deram mais informações sobre a situação. A jovem foi submetida a um procedimento cirúrgico na cabeça durante a tarde de sexta-feira (25). O estado de saúde é delicado e inspira cuidados. O pai de Thais, Almir Rogério da Silva, contou que a menina reagiu bem à cirurgia.

LEIA TAMBÉM:  Zilu faz desabafo sobre os anos que passou casada com Zezé: ‘Ninguém suportaria’

O homem disse que ficou sem acreditar que a filha era uma das vítimas do ataque. O homem disse que ficou desolado ao descobrir o que havia acontecido com a menina e fez questão de dizer que ninguém merece passar por esse tipo de situação. “Fiquei estraçalhado, arrasado, sem acreditar”, desabafou o pai da vítima que levou um tiro na cabeça.

Ataque a escolas no Espírito Santo

O ataque deixou quatro pessoas mortas e outras 12 feridas, sendo algumas em estado grave. A investigação apontou que tudo teria sido planejado pelo atirador há dois anos. O jovem usou as armas do pai que é policial militar. O responsável pelo crime tem 16 anos e foi aluno da instituição particular até o mês de junho deste ano, segundo informação divulgada pelo governador capixaba.