Falece Lygia Fagundes Telles aos 98 anos, deixando uma legião de leitores órfãos da sua primazia

A autora Lygia Fagundes Telles faleceu aos 98 anos em São Paulo, na manhã deste domingo (03). Um ícone da literatura nacional, sendo uma das maiores escritoras brasileiras de todos os tempos, ela integrava a Academia Brasileira de Letras desde 1985, recebendo as maiores honrarias possíveis na língua portuguesa: os prêmios Jabuti e Camões.

LEIA TAMBÉM:  Dede Santana joga no ventilador segredo sobre a vida de Gugu Liberato: ‘Pouca gente sabe disso’

De acordo com informações repassadas por Juarez Neto, da ABL, Lygia faleceu em casa, de causas naturais.

Ela nasceu na cidade de São Paulo, tendo passado a infância no interior do estado. Voltou para a capital na adolescência onde terminou os estudos e ingressou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, na USP.

LEIA TAMBÉM:  Artista sofre acidente de carro antes de sua apresentação em um show, gerando preocupação entre seus admiradores

Falece Lygia Fagundes Telles, aos 98 anos

Ao logo de sua vida de autora, publicou obras importantes e fundamentais para a literatura nacional. Ela era autora dos romances Ciranda de Pedra (1954), As Meninas (1973), entre outros. Também tem dezenas de contos publicados, como Seminário dos Ratos (1977) e seu livro de memórias e contos, A Disciplina do Amor (1980).