Covid e cadeira de rodas: os dias difíceis de Elza Soares, antes de falecer, aos 91 anos

O mundo da música brasileira teve uma notícia triste na tarde desta quinta-feira (20). Faleceu a cantora Elza Soares, aos 91 anos, no Rio de Janeiro. A confirmação de seu falecimento foi dada por familiares e equipe, dizendo que a morte se deu por causas naturais.

A cantora é um dos maiores nomes da música brasileira de todos os tempos. Ela teve reconhecimento mundial, tanto que foi premiada pela BBC como a Voz do Milênio. “Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação”, diz trecho do comunicado.

LEIA TAMBÉM:  Andressa Urach surge aos prantos após deixar clínica psiquiátrica e diz que ama o marido: ‘quer se divorciar’

Abaixo é possível visualizar a publicação oficial informando o óbito, que já conta com milhares de curtidas e comentários de fãs se despedindo da cantora.

Elza Soares teve Covid antes de falecer

Recentemente a cantora foi notícia na imprensa, pois contraiu Covid-19 aos 91 anos. Felizmente na ocasião ela não teve nenhum sintoma. Ela chegou a publicar um vídeo em sua rede social dizendo que não sentiu nada quando esteve doente.

LEIA TAMBÉM:  Resultado do laudo da causa do falecimento de Paulinha Abelha sai e é divulgado; notícia não é das melhores

Elza contou que só foi confirmada a Covid-19 por conta de um laudo médico, e não devido aos sintomas. Ela priorizou para que as pessoas não fujam da vacina, ressaltando que foi imunizada com três doses e conseguiu escapar com vida.

Elza Soares estava de cadeira de rodas

A artista não se locomovia mais sem a ajuda de cadeira de rodas há um tempo. Tanto que em 2019 ela foi flagrada em uma cadeira de rodas no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Na ocasião ela estava com 88 anos.