Cid Moreira diz que se arrepende de adotar o filho e faz revelações: ‘Maior besteira que fiz”

Um dos maiores jornalista, e locutores do Brasil, Cid Moreira sempre teve sua identidade única no meio de comunicação. Uma carreira de grande sucesso, fez do mesmo um ícone em solo brasileiro, marcando época enquanto esteve trabalhando na rede Globo.

Infelizmente, agora na terceira idade, o hoje aposentado, tem lidado com um grave e triste problema. Em meio a muitas acusações de ambas as partes, ele vive em pé de guerra com o filho adotivo.

Logo o veterano já disse que não pretende perdoar seus dois filhos, Rodrigo e Roger Moreira, que acionaram a justiça, pedindo interditação do pai: “Fui jogado no lixo por causa de dinheiro”, afirmou o comunicador.

LEIA TAMBÉM:  Zézé Di Camargo crava sobre a ex, Zilu Godoi: “É minha família”

No processo, mais especificamente os filhos da voz marcante da televisão, alegam que ele estaria com problema psiquiátricos, e sendo manipulado pela esposa Fátima Sampaio.

Em forte relato, o veterano confessou que errou em adotar o filho Roger. “Não tenho interesse em me aproximar. Fui desonrado. Estou assistindo um seriado chamado Resurrection, que fala muito de honra, de palavra. Eu fui jogado no lixo por causa de dinheiro. E foi a segunda vez que eles tentaram. A primeira, eles fizeram uma ondinha e tal, mas na segunda, como a internet cresceu, pegou fogo. Mas foi tudo sem prova e o pessoal, por audiência, foi abrindo as portas”, afirmou o jornalista.

LEIA TAMBÉM:  Faustão na Band se envolve em nova polêmica: emissora é acusada de dar calote

“Eu trabalho muito até hoje. Nunca fui processado por deixar de pagar alguma coisa na minha vida inteira, para ficarem falando bobagens por aí. Eles queriam me interditar e cuidar de mim. Quem cuida de mim é a Fátima e muito bem, como vocês estão vendo. Foi um preço alto que paguei pela fama. Mas o Roger agiu mal desde a primeira vez que tentou me desonrar”, completou.