Cantor é morto a tiros ao tentar separar briga e pai conta últimos momentos: ‘Me abraçou, disse que me amava’

Na madrugada da última terça-feira (16/11), um cantor, que tinha vários fãs pelo Brasil, acabou perdendo a vida após ser assassinado a tiros. As informações são de que o artista teria tentado separar uma briga.

Jonathan Gomes de Araújo, que era mais conhecido pelo nome artístico de MC Jotinha, tinha 17 anos de idade. O cantor viu uma confusão em um bar de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e tentou apaziguar a situação, foi quando recebeu o disparo. O cantor morreu na frente do pai, Jones de Araújo.

LEIA TAMBÉM:  Caso Lara: identificado suspeito do assassinato da menina, homem foge e deixa carro para trás

Ele conta que pouco antes de morrer, o filho havia se declarado e dito que nunca iria abandoná-lo: “Ele me abraçou, disse que me amava e que ia ficar comigo até o último dia da vida dele. Foi quando começou a confusão ao nosso lado, com amigos dele, e ele foi separar“, conta.

Jones contou, em conversa com a equipe do G1, que segurou o filho com muito sangue na cabeça. O pai do cantor ainda disse que tentou ir para cima do responsável pelo disparo, mas que o homem teria apontado uma arma para ele também, porém foi contido.

LEIA TAMBÉM:  Após ataque contra ex-BBB nas redes sociais, Luana Piovani é processada e pode ter que pagar R$ 50 mil

Entre as músicas mais conhecidas cantadas por MC Jotinha está o hit Poxa Vida Hein Uol, que ele gravou lado de MC Roba Cena. O artista, de acordo com o pai, se dedicava ao meio artístico desde os quatro anos de idade.

Segundo a Polícia Militar, que foi chamada para atender a ocorrência, MC Jotinha não apresentava sinais vitais quando os agentes chegaram ao local. As autridades estão à procura de imagens que possam identificar o autor do assassinato do artista.

LEIA TAMBÉM:  Juliana Paes surge aos prantos ao desabafar sobre o que viveu com Pantanal: ‘Vocês não fazem ideia’

Muita comoção tomou conta das redes sociais por conta da morte de MC Jotinha.