Vídeo! “Nenhuma mulher merece passar por isso”; desabafa Sthefane Matos

A violência doméstica, tem aumentado e muito, principalmente durante o isolamento social, pois os maridos, como estão sem trabalhar, ficam mais tempo em casa agredindo, e até abusando de suas companheiras.

Porém tem aumentado também outro tipo de violência, a violência cibernética.

Parece coisa de ficção cientifica, mas a invasão de computadores, smartphones, tablets, e divulgar o teor das informações, pode ser considerado como uma forma de agressão, vamos explicar nessa matéria um caso, que servirá como exemplo, para que você entenda melhor.

A blogueira Sthefane Matos, surpreendeu o público, ao divulgar um vídeo nas redes sociais, onde ela aparecia com o também blogueiro e influenciador digital, Victor, em um momento íntimo.

Após a repercussão imensa do vídeo, a baiana, disse que admitiu a veracidade de todo o conteúdo exibido, ela afirmou que o seu celular havia sido invadido por uma pessoa que tinha o conhecimento de sua senha.

Diante do fato horrível que aconteceu com ela, Sthefane, fez questão de acionar seus advogados, a fim de encontrar a pessoa responsável, que hackeou seu celular.

Ela então decidiu publicar um vídeo falando de toda a situação constrangedora que viveu.

Eu poderia sumir a aparecer daqui a alguns dias como se nada estivesse acontecido, mas eu não sou assim, e a pessoa que fez, vai pagar, estou muito constrangida, nenhuma mulher merece passar por isso”.

Crimes sexuais cometidos online, também podem ser denunciados, através de um boletim de ocorrência on-line, onde será acionado a Secretaria da Mulher e a Diversidade Humana.

Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/06), se houver relação íntima entre agressor e vítima e/ou a Lei nº 12.737/2012 (Lei Carolina Dieckmann); ou a Lei nº 13.718/2018 (Lei de Importunação Sexual)