Vício como o do filho de Carlos Alberto de Nóbrega é pior do que parece e pode levar à morte

Sônia Abrão, recebeu a ilustre visita do veterano do SBT, Carlos Alberto de Nóbrega, que completou já completou 84 anos de idade. A entrevista aconteceu no dia 29, e nela o humorista falou sobre diversos assuntos de sua vida e carreira. Um dos assuntos mais discutidos por Carlos Alberto, foi sobre seu filho, Marcelo de Nóbrega, de 56 anos.

O humorista desabafou sobre o vício de Marcelo em cigarro, que tem deixado ele bastante preocupado. Carlos Alberto revela que constantemente é pressionado pelos netos, e pela ex mulher, que é mãe de Marcelo, a convencer o filho de para com o tabagismo. O veterano revela que se sente incomodado, em ter que ficar alertando seu filho de uma coisa como essa, e que é um tanto “ridículo”, pedir para alguém da idade dele para largar do cigarro, como se ele fosse uma espécie de adolescente.

Marcelo tem quatro filhos. A mais velha atua em A Praça É Nossa e já deu uma neta ao diretor do humorístico. Os três mais novos nasceram no ano passado. Meses depois de Marcelo ter ficado internado e sofrido oito paradas cardíacas.

“A nicotina, que é encontrada em todos os derivados do tabaco é a droga que causa dependência. Essa substância é psicoativa, isto é, produz a sensação de prazer, o que pode induzir ao abuso e à dependência”, alerta o trecho de um texto de conscientização do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

É válido parar de fumar em qualquer fase da vida, independentemente da idade e há quanto tempo fuma, pois os benefícios são imediatos, melhorando o paladar, olfato, circulação sanguínea e capacidade pulmonar, além de voltar gradativamente a ter a mesma probabilidade que não fumantes para infarto, por exemplo”, explica Andrea Reis, técnica do Programa Nacional de Controle do Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Tudo isso indica, que a desculpa de que se é “velho demais” para poder parar de fumar, não é válida.