Urgente: Mourão pode assumir o cargo de Bolsonaro após depoimento de Sergio Moro

Sergio Moro, o ex-Ministro da Justiça, ao anunciar a sua saída do cargo, acabou fazendo graves acusações contra o atual Presidente da República Jair Messias Bolsonaro.

Logo essas acusações estão sendo investigadas por Augusto Aras, procurador-geral da República.

O procurador, fez questão de abrir uma investigação contra os dois.

Neste último sábado, 02/05/2020, por mais de 8 horas, Moro prestou depoimento, na Polícia Federal, em Curitiba.

Durante o seu depoimento, ele acabou entregando um dossiê, com diversas provas sobre Jair Messias Bolsonaro.

Vale salientar que Sergio, também está sendo investigado.

Nesta segunda-feira, 04/05/2020, o advogado e Moro, solicitou a quebra do sigilo de seu depoimento, para que a imprensa tenha acesso, inclusive de quem interessar.

Mas o que se sabe desse depoimento, é que Moro, apontou três ministros que seriam testemunhas e poderiam provar os crimes que Bolsonaro cometeu.

Esses serão intimados para depor.

Aras, concordou em dar andamento na denúncia contra Jair.

A acusação deverá ir para a Câmara dos Deputados, para que ser autorizado a investigação.

Sendo aprovado a denúncia, o mesmo irá para o STF, que irá analisar ou aceitar a possibilidade em abrir a ação penal.

Com a ação aberta, o presidente será automaticamente afastado do cargo por 180 dias, onde será encontrado uma condenação ou não.

Se Bolsonaro for afastado, assume no poder o seu vice-presidente, Antônio Hamilton Martins Mourão.