Urgente! Governo volta atrás e diz que não tem dinheiro para pagar parcela do auxílio emergencial

Por conta dessa atual Pandemia, mutas pessoas estão sem renda, devido as paralisações no trabalho, principalmente, os que trabalham por conta.

Logo, foi lançado pelo Governo Federal, o Auxílio Emergencial, que beneficia com R$600,00, os trabalhadores que se enquadrem nos pré-requisitos da CEF.

O pagamento da primeira parcela, já foi pago a muitos usuários.

A Caixa, havia informado, de que iria realizar a antecipação do pagamento, da segunda parcela, a partir do dia 23/04/2020.

Porém durante a tarde do dia 22/04/2020, o mesmo veio anunciar que não teria como realizar tal pagamento antecipadamente.

O motivo, seria de que várias pessoas ainda estão com o cadastro em andamento, logo ainda não receberam, o pagamento referente a primeira parcela.

O governo federal divulgou uma nota dizendo:

“Por fatores legais e orçamentários, pelo alto número de requerentes que ainda estão em análise, estamos impedidos legalmente de fazer a antecipação da segunda parcela do auxílio.”

O Ministério da Cidadania, não conseguiu informar uma data correta, para o pagamento da segunda parcela, pois, segundo o ministério, é o governo que tem que avaliar a situação, o mais rápido possível.

“solicitamos previsão para uma suplementação orçamentaria o mais rápido possível”.

Desde o dia 09/04/2020, a Caixa, já efetuou o pagamento a mais de 31 milhões de pessoas, uma quantia que pode chegar a mais de R$22 bilhões de reais.

Mas ainda muitos ainda reclamam que ainda se encontram com a situação “em análise”, e se enquadram para receber o benefício.

A Disse que reconhece tal situação, porém muitas pessoas que não tem direito, realizaram o cadastro, logo, existem diversos cadastros desnecessários para verificarem, o que atrasa o processo de análise do mesmo.