Tristeza: O que aconteceu com a mãe de Isis Helena? Corpo de Jennifer foi levado para o IML

O caso da bebê de apenas 1 ano e 10 meses, chocou todo o Brasil, afinal de contas, a pequena foi assassinada pela própria mãe, que mais tarde confessou o crime.

Jennifer Natalia Pedro, estava presa desde o mês de Abril de 2020, após ter confessado o assassinato de sua própria filha. Mas na manhã de segunda feira (22/02), ela foi encontrada morta em sua própria cela. Seu corpo foi encontrado na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 de Tremembé (SP). Antes de sua transferência, ela ficou detida na penitenciária de Mogi Guaçu, conhecida por manter pessoas, que cometeram crimes de comoção nacional, como Suzana Von Richtofen, acusada de assassinar os próprios pais.

Muitos suspeitam, de que ela tenha cometido suicídio, atentando contra a própria vida. Os agentes da penitenciária indicam, que ela estava sendo mantida sozinha na cela, e que seu corpo foi encontrado com um lençol enrolado em volta do pescoço. O parâmetros em volta da morte de Jennifer, ainda estão sendo investigados pela polícia.

A pequena ísis, nasceu com uma condição especial, a microcefalia. Sua mãe, já havia sido indiciada pelo conselho tutelar, por maus tratos a criança. Em uma de suas versões falsas sobre o crime, Jennifer contou a polícia, que a bebê havia se asfixiado, ao tomar uma mamadeira, e ser colocada de barriga para cima. Em outra versão, ela havia dito que deixou a criança com o avô, e que ao voltar para casa, encontrou a porta aberta e o ísis desaparecida.

Ela contou a polícia em um depoimento, que o corpo da criança havia sido jogado em um rio, mas após uma longa investigação da polícia, confessou que havia enterrado o corpo de sua filha, no meio de uma zona rural. O corpo da pequena foi encontrado, e a mãe foi presa na hora, do dia 17 de Abril de 2020.