Tragédia! Um ano após enterrar a mãe sozinho, homem morre com 80% do corpo queimado

Neste último domingo, 12 de julho de 2020 morreu o homem, que deu o que falar nas redes sociais em 2019, após velar e enterrar a própria mãe sozinho.

Ele faleceu quando estava sendo atendido no Hospital Hugol, em Goiânia, após ter o seu corpo queimado em 80%.

Conforme informações passadas pelo proprietário da quitnete, onde o rapaz morava, José Ricardo Ribeiro foi atacado na sexta-feira, 10 de julho de 2020 no conjunto Estrela do Sul.

Ele rapidamente foi socorrido pelo CORPO DE COMBEIROS, e levado imediatamente para o hospital, porém ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

De acordo ainda com informações do proprietário do local, os vizinhos do imóvel de José, notaram que tinha fogo no local, e imediatamente solicitaram ajuda.

A equipe do SAMU e dos Bombeiros, fizeram o resgate do homem, e a vítima foi transportada de helicóptero para o hospital em questão.

José tem um único familiar, que é o seu filho de 19 anos, onde o mesmo não tinha mais contato, além de morar em outra cidade, logo a vítima morava sozinha.

Conforme a ex-esposa de você, nem ela e nem o filho, tem condições financeiras de custear o sepultamento do rapaz, que segue com seu corpo no IML.

Ainda não foi divulgado até o momento a motivação do crime.

Alguns conhecidos do José, relataram que o crime pode ter ocorrido em decorrência da ‘vakinha’ que foi realizada na internet, depois de seu relato comovente, em que o mesmo em terra e vela a sua mãe sozinho.

O valor arrecadado foi de torno de 30 mil reais, onde a quantia foi depositada em sua conta…

O proprietário do imóvel, disse ainda que, o aparelho celular de José foi roubado, e o seu perfil nas redes sociais deletado