Tragédia: Cachoeira Mata família inteira, Mãe, filha e Cunhado foram engolidos, arrastados até a morte

Um dia que estava reservado para lazer e diversão para uma família, acabou culminado na morte de 4 pessoas, na cidade de Quatro Barras  na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na tarde desta quarta-feira (21). A família estava se aventurando em uma região de cachoeiras, quando acabou sendo surpreendida com uma cabeça d´água ( aumento rápido e repentino do nível de um rio corrente ou cheio, devido a chuvas nas cabeceiras ou em trechos mais altos de seu percurso), e acabaram sendo levados pela forte correnteza.

Segundo informações do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost), do Corpo de Bombeiros, 3 pessoas acabaram sendo engolidas pelas águas, entre elas uma mulher, a filha dela e um homem, que é cunhado dessa mulher. O grupo era composto por 7 familiares, dos quais 4 conseguiram escapar e subir para o patamar de cima da cachoeira.

Testemunhas relataram aos socorristas que os três estavam atravessando o rio quando foram surpreendidos por uma cabeça d’água e arrastados pela correnteza. A mulher, se afogou após ficar presa em uma pedra, e o homem e menina, acabaram sendo arrastados por mais de 700 metros abaixo, e foram encontrados já sem vida pela equipe do Gost. A mulher se chamava Andreia e tinha 46 anos , e sua filha Ana Sofia tinha 9 anos. O cunhado de Andreia, se chamava Sidi, e tinha 44 anos d idade.

Imagens feitas por cinegrafistas amadores, mostram que o volume de água na cachoeira que culminou na morte dos 3 familiares, aumenta drasticamente em questão de segundos. A região possui correntezas bastante voláteis, que podem acontecer de repente sem sinais prévios. A força da água é tão forte, que nem mesmo uma pessoa adulta pode nadar contra a correnteza.

Especialista explicam, que o fenômeno ocorre quando a água se acumula na cabeceira do rio, e após isso, acaba descendo rio abaixo com uma velocidade muito grande, fazendo com que qualquer reação de quem esteja abaixo, seja completamente inútil.