Tio de Wesley Safadão pode levar R$ 40 milhões em processo contra o cantor

Desde 2011, Emanuel Hélio Eduardo de Oliveira, tio de Wesley Safadão, corre na justiça com processo milionário, que finalmente pode chegar ao fim ainda este mês.

Nesta ação, que sera julgada na 34ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza, no Ceará, o familiar do cantor alega que a mãe do forrozeiro, Maria Valmira Silva de Oliveira, conhecida na internet como Dona Bill, descumpriu um acordo ainda em 2003.

Emanuel Hélio alega que, na ocasião, ele teria feito um acordo que lhe dava, nos últimos dois sábados acada dois meses,o direito aos lucros dos shows da Garota Safada, banda por trás do cantor cearense Wesley Safadão. 

Já que ele cedeu um ônibus de R$22 mil para os músicos viajarem durante as turnês. Por isso, ele teria se tornado sócio do grupo e, entre as provas que o tio do cantor anexou ao processo, está uma participação do artista no Domingão do Faustão.

No ano de 2018, Safadão participou do programa da Globo e foi questionado por Faustão sobre a origem do apelido. “É por causa da banda chamada Garota Safada! Quando eu vim no seu programa, você me anuncio em 2010 como a Banda Garota Safada. Então e por isso ne?”

Fãs perguntam… ah, mas você, todo artista faz isso, né? Logo após faz carreira solo e abandona os primeiros sócios e tal. É uma banda de família, então, assim, continua os mesmos sócios, a gente só inverteu o nome…”, respondeu o cantor.

A mãe de Wesley Safadão ofereceu R$ 500 mil, que equivalente aproximadamente 1% do contabilizado, um valor pouco insignificante para ele e Safadão. Eu, como advogado do tio do artista, achei uma falta de respeito para com quem conseguiu colocar os dois.

Se o juiz cumprir o que determina o Código de Processo Civil, a sentença tem que sair até o próximo dia 21 de agosto. Tudo nos autos do processo, nos itens 18 a 20 da petição inicial, inclusive também tem a notificação extrajudicial, também endereçada para Luan Produções, que é sócia do Wesley.