‘Tchau, papai’: pai fica desolado com últimas palavras do filho antes de ser morto em creche de SC

O cruel ataque de um homem de 18 anos de idade, contra uma creche, na cidade de Saudades em Santa Catarina, deixou cerca de 5 vítimas fatais, entre elas, o pequeno Murilo Massing, de apenas 1 anos e 9 meses de idade. Outras 2 crianças com uma idade bem próxima a Murilo, e duas professoras também foram mortas no ataque. Agora, as famílias choram pela dor da saudade, esperando que a justiça seja feita.

As 3 crianças mortas no ataque

O criminoso, é Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, que invadiu a unidade de educação infantil, por volta das 10:00 da manhã de teça feira (04/05), e rapidamente fez 5 vítimas fatais, com golpes de uma espécie de espada. O homem também deixou uma outra criança ferida, que foi levada até o hospital e segue internada.

O assassino desferiu diversos golpes contra si mesmo, na tentativa de tirar sua vida, mais foi impedido por populares, e logo em seguida foi encaminhado para o hospital hospital de Pinhalzinho. De lá, Fabiano Mai foi transferido para o Hospital Regional do Oeste (HRO) em Chapecó.

O pai do pequeno Murilo, Maurício Massing, de 35 anos, que trabalha como eletricista, conta que saiu pela manhã, pegando uma carona com sua mulher Kerli da Silva, de 28, até o seu trabalho. Ele também revela, que costuma fazer o trajeto de moto, e que sua mulher também levava o filho até a creche. Por volta das 7h15, Maurício se despediu da esposa e do filho e ouviu o que seriam as últimas palavras do pequeno destinadas a ele. “Tchau, papai”, disse o menino.

Murilo Massing

Infelizmente, um cruel destino acabou encontrando a criança, e Fabiano Mali acabou interrompendo uma vida tão nova, que ainda tinha muito a dar aqui na terra. O crime deixou marcas profundas na cidade de Saudades, que é uma cidade pacata, quase sem casos de violência, mas que foi maculada pela crueldade humana.