Solteira, Sonia Abrão desabafa sobre término com apresentador: ‘Pandemia acabou com meu namoro’

Apesar de ser conhecida, por não ter papas na língua, ao falar sobre a vida de famosos, Sônia Abrão é bastante discreta no que se diz respeito a sua vida pessoal. Não é muito comum, que a apresentadora fale sobre sua vida familiar ou íntima, mas dessa vez ela fez um desabafo, agora estando solteira novamente.

 

Na última semana, a apresentadora deu uma entrevista à revista Vogue, e falou um pouco sobre os desafios que enfrenta, desde o início da pandemia. De acordo com o portal de notícias da UOL, Sônia recentemente terminou seu namoro, com também apresentador, Jorge Lordello.

Sônia está cumprindo todos os protocolos sanitários, impostos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), ou seja, está totalmente restrita a mais de um ano, sem recebe qualquer tipo de visita. Por causa da falta de contato físico, seu namoro com Jorge que começou a mais de um ano com Jorge, parece não ter vingado mais, e chegou ao fim.

Mas se engana quem pensa que a apresentadora se deixou abalar por isso, ela conta que almeja fazer entrevistas internacionais, quando as coisas voltarem ao normal, por que segundo ela, essa coisa de entrevista a distância, não é a sua praia não.

Sônia também é conhecida, por ser bastante ativa nas redes sociais, e parece amar toda essa comunicação com seu público, apesar de haverem aqueles, que acompanham a apresentadora, apesar de não gostar de seu trabalho, e constantemente tecem comentários de repúdio para ela. “Deleto ou bloqueio. Adoro uma blockterapia”, disse ela ao falar como lida com essas pessoa.

A apresentadora também falou, sobre o carinho e o mimo, daqueles que acompanham sua carreira. “Sou muito mimada por quem acompanha minha carreira”, disse Sônia. Na opinião dela, o casamento é um instituição não funcional, por isso ela nunca almejou se casar.

“Eu nunca acreditei na instituição casamento. Acredito no amor! Por isso, nunca assinei papel. Dividi 17 anos da minha vida com outra pessoa, sem pisar num cartório e foi uma união que valeu à pena. Tivemos um filho! Eu e meu ex-marido somos amigos para sempre. Acabou naturalmente, porque, na minha opinião, amor tem prazo de validade”.