Socorrista da SAMU desmaia ao receber vacina contra a covid-19 e vídeo mostra tudo

Imagine ser um resgatador do Samu e sofrer de fobia de agulhas. Parece incompatível, certo? Mas foi real e aconteceu. Rodrigo Jos dos Santos, de 38 anos, teve uma péssima experiência.

Mas insistiu em receber uma vacina contra o covid-19. A cena foi filmada e o vídeo acabou virando moda nas redes sociais. Ele recebeu a vacina no dia 20, e seus colegas gravaram a cena.

Mas já conheciam a fobia do salvador, tudo aconteceu em Itumbiara, no estado de Goiás. Como está trabalhando na linha de frente do covid-19, Rodrigo não tem escolha a não ser tomar a vacina.

Quando questionado se tomaria a segunda dose da vacina novamente, ele sorriu, mas confirmou que voltaria. O vídeo trouxe dor, mas acabou, há até algumas notícias falsas de que essa vacina vai causar síncope. 

O que é um efeito colateral, mas não é o caso, Rodrigo tem fobia de agulha, o que é óbvio em sua própria reação. Rodrigo, conhecido como Cupim, não tem fobia de curar outras pessoas e ajudar feridos.

Mas quando se trata de si mesmo as coisas ficam mais complicadas. Apesar da fobia, ele sabe da importância das vacinas, mas também usa sua própria história como exemplo.

Em Goiás, a vacinação só começou no dia 18, e a primeira pessoa a se vacinar foi Maria Conceição, 73 anos, que mora em um abrigo nacional, ele também enfatizou que somente quando for preciso injetar agulhas.

As agulhas terão problemas, e a fobia não vai atrapalhar seus 13 anos de trabalho no pronto-socorro, o socorrista explicou a reação causada pela fobia de agulhas: “Peço a todos que se vacinem”.