Sobrevivente de trágico acidente de ônibus faz vídeo comovente para a mãe: ‘Deus cuidou de mim’

Na tarde desta sexta-feira dia 04 de dezembro, ocorreu um trágico acidente no Km 350 da BR-381 em uma cidade mineira, João Monlevade, em um trecho denominado “Ponte Torta”, um ônibus com o logotipo de Alagos freou.

Que caiu de um viaduto de 15 metros de altura, matando 16 pessoas e ferindo mais de 20, a passageira do ônibus era a jovem Vitória Cardozo Caldas Silva, de 19 anos, que conseguiu conversar com a mãe após a tragédia.

E irrompeu para apaziguar familiares, por meio da videochamada e da chamada de áudio subsequente, ela soube que estava viva, “Mãe, estou bem, ok? Aconteceu o acidente, minha perna foi cortada, minha cabeça doeu.

Mas dói, mas me deram remédio, cuidaram de mim, estou bem, a mamãe quer melhorar, não se preocupe se está tudo bem comigo, a moça ferida disse: Deus cuida de mim, ore por mim, está tudo bem.

Vitória pegou um ônibus em Mata Grande, no interior de Alagoas, e foi para São Paulo, onde conheceu o pai, só depois do último anúncio, às 19h45, o corpo de bombeiros registrou 16 mortos e pelo menos 27 feridos.

A mãe de Vitória, Mazy Cardoso, disse em entrevista ao G1 que manteve a calma apenas quando conseguiu atender a filha por meio de uma videochamada, Vitória finalmente fez uma ligação usando o telefone celular da enfermeira.

De acordo com Ma Qi, a jovem estava com o rosto inchado e sentia muitas dores de cabeça, mas havia sido medida e estava com um colete no pescoço, segundo relatório da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Os ônibus envolvidos no acidente não possuíam passe para o transporte de passageiros e, em 2019, foram realizadas três avaliações dessa infração, antes de o veículo cair do viaduto, algumas pessoas conseguiram pular, inclusive o motorista que ainda não havia se apresentado à polícia.