Príncipe que estava em coma há 15 anos finalmente deu sinal de vida; pais se recusaram a desligar aparelhos

Al-Waleed bin Khali, é um dos integrantes da realeza de uma cidade da Arábia Saudita. Porém o jovem, inconsciente há aproximadamente uma década e meia, mas no últimos dias, reagiu a voz de uma de suas cuidadoras, e impressionou a todos.

 O príncipe havia ido estudar ciências militares no ano de 2005, na cidade de Nova York. Após se envolver em um acidente gravíssimo, ficou em estado vegetativo, e segue assim até os dias atuais. Ele é herdeiro do príncipe da Arábia, Khaled bin Talal e da princesa Mona Riad El Solh, filha de um líder libanês. Mesmo após a equipe médica afirmar que o jovem talvez não voltasse a ter uma vida comum, os pais não permitiram que os aparelhos fossem desligados.

Al-Waleed bin Khali, permaneceu em um hospital, durante 10 anos, mas desde os últimos 5, vem sendo cuidado em casa, por uma equipe médica de alto nível, e equipamentos de suporte a vida. Imóvel a mais de uma década e meia, exceto por uma vez a 5 anos atrás, quando deu uma mexida em sua cabeça, o príncipe impressionou e emocionou sua família, ao mexer uma das mãos, e reagir aos chamados de um dos membros da equipe médica.

“Habib, olá. Olá, olá, deixe-me ver”, diz uma das enfermeiras. O príncipe, então, levanta os dedos momentaneamente e os abaixa. Ela continua pedindo para ele levantar, o que o faz com a palma da mão.

Se Deus quisesse que ele morresse , agora ele estaria na sepultura e é ele quem salvou sua vida todos esses anos, agora ele pode curá-lo e recuperá-lo“, disse o pai de Bin Khali, que nunca deixou de acreditar da melhora de seu herdeiro. O vídeo em que o príncipe mexe uma das mãos, viralizou na internet, e teve mais de 200 mil acessos até o momento, deixando não somente sua família impactada, mas também a vários internautas.