Por que Ronaldinho não foi ao enterro da mãe? Motivo é revelado:

Dona Miguelina Elói Assis dos Santos, foi mais uma das milhares de vítimas do novo corona vírus. Na tarde do último sábado (20/02) ela infelizmente veio a falecer, por não resistir a complicações da doença.

O corpo de Dona Miguelina Assis, de 71 anos de idade, foi enterrado no cemitério jardim da paz, que fica localizado em Porto Alegre. Mas o caso é que Ronaldinho não participou do velório, nem do enterro da mãe, o que acabou deixando muita gente curiosa pelo motivo do não comparecimento do ex-craque.

Ronaldinho, era muito apegado a mãe, e por isso ficou muito abalado emocionalmente. O ex-craque, não teve forças para comparecer nem no velório, nem no enterro da mãe. Ronaldinho, ficou um longo tempo longe de sua mãe, por que cumpria detenção no Paraguai, e após cumprir parte da pena, teve que ficar em regime domiciliar. Por um longo tempo, ele só pôde se comunicar com Dona Miguelina, através de telefone.

A Longa distância entre os dois, só aumenta ainda mais a dor da perda, por isso é compreensível que Ronaldinho, não tenha estrutura psicológica suficiente para se despedir de vez da mãe.

Dona Miguelina, lutou por muito tempo contra um câncer, e teve todo o apoio do filho na batalha. Ela venceu a doença, mas em dezembro de 2020, contraiu o vírus da covid-19, e teve que ser internada. Ela havia demonstrado sinais de melhora, e até houve esperança de que ela receberia alta recentemente. Mas acabou tendo uma piora repentina em seu quadro de saúde, e não resistiu.

Vários fãs e amigos de Ronaldinho, demonstraram seu apoio pelo ídolo nesse momento difícil. Um deles, foi Alexandre Kalil, atual prefeito de Belo Horizonte, e ex-presidente do Clube Atlético Mineiro, um dos clubes que o craque deu passagem. Em sua conta no Twitter, Kalil disse que entende a dor de Ronaldinho, e desejou forças ao Craque. Também desejamos força para Ronaldinho e toda sua família, nesse momento difícil.