Polícia descobre mensagens reveladoras trocadas entre Jairinho e irmã: ‘Cuida da Ana. Precisamos dela’

Na semana passada, o inquérito aberto, para investigar a morte do pequeno Henry Borel, havia sido dado por concluído. Jairinho foi apontado como o principal responsável pela morte do próprio enteado, morto aos 4 anos de idade, dentro do apartamento que morava com sua mãe, Monique Medeiros, e seu padrasto. O garoto foi levado já sem vida, para um hospital na Barra da Tijuca, por Jairo e Monique. O vereador se encontra detido, após decisão judicial da juíza Elizabeth Machado Louro, do II Tribunal do Júri.

O parlamentar teve sua prisão preventiva decretada no dia 8 de abril de 2021, e teve seu aparelho celular confiscado pela polícia. A polícia agora investiga, mensagens trocadas por Jairinho, na época que cometia agressões contra o garoto, e também após o seu assassinato. As mensagens se mostram úteis para a investigação do caso, e também para o julgamento do réu.

Um dos diálogos encontrados pelas autoridades no aparelho telefônico do vereador era entre ele e sua irmã, a fisioterapeuta Thalita Fernandes Santos. Na conversa, o parlamentar (sem partido), pede para que a irmã “faça carinho” em Ana Carolina Ferreira Netto.

Ana Carolina, é uma ex companheira de Jairo, que se casou com ele no ano de 2013. Em depoimentos, ela conta que terminou seu casamento com o parlamentar, devido a seu comportamento agressivo, suas crises de ciúme, e também após ter sido agredida por ele. As agressões foram confirmadas através de laudos, o que confirma o comportamento do vereador.

Na conversa entre Jairinho e sua irmã, o político diz:  “Quero falar com você quando puder”. Talita responde: “Acabei de receber” e envia uma foto de uma intimação para depor delegacia. E o parlamentar prossegue: “Me liga depois. Cuida da Ana. Cris e André não estão acolhendo a Ana”, fazendo referência à assessora e ao advogado, e continua: “Amanhã tem que passar o dia com ela. Tá atacada”. É então que a irmã de Jairo responde: “Pqp”.

O diálogo ocorreu no dia 6 do mês passado. Em 8 de abril, Jairinho enviou uma nova mensagem para a irmã: “Tem que fazer carinho na Ana. Conseguiu falar com ela? Cuida da Ana. Precisamos dela“. Thalita, então, responde afirmativamente para o político. Dois dias depois Ana Carolina prestou depoimento e confirmou que foi agredida por Jairo.