Pai de Henry recebe mensagem da mãe de Isabela Nardoni, assassinada em 2008

O caso do pequeno Henry Borel, chocou o Brasil nas últimas semanas, e estampou as capas dos principais jornais do país. Prestes a completar 5 anos de idade, a criança perdeu sua vida, diante da crueldade daqueles que deviam zelar pela sua segurança. Henry  morreu depois de sofrer diversas lesões pelo corpo, inclusive nos rins, segundo investigação.

No ano de 2008, um caso parecido havia chocado o Brasil. Trata-se Isabela Nardoni, que morreu com uma idade bem próxima de Henry, aos 5 anos de idade. Isabela foi morta pelo próprio pai e pela madrasta, que tentaram se livrar do corpo da garota a jogando pela janela do apartamento em que moravam.

Ana Carolina Oliveira, mãe de Isabela Nardoni, que atualmente é administradora, entrou em contato com o pai de Henry Borel, o engenheiro Leniel Borel, e demonstrou solidariedade ao pai nesse momento tão difícil. Através de mensagens pelo Whatsapp, a mulher mandou mensagens de fé e força, para que ele possa superar tudo, e seguir de cabeça erguida.

Em uma conversa ao jornal O Globo, Leniel falou um pouco sobre suas conversas com a mãe de Isabela.  “Escreveu coisas lindas“, disse o engenheiro. Leniel, está muito abalado pela morte de seu filho, que estava em sua casa, um dia antes de morrer.

Ontem (12/04), o pai de Henry, se manifestou mais uma vez nas redes sociais, fazendo um triste desabafo sobre como tem se sentido em relação a falta do filho. Na publicação o engenheiro conta que “cada dia mais tem chegado ao fundo do poço”, e que as últimas notícias a respeito das investigações “têm acabado com ele”.

“Filhinho, sempre lembraremos de você sorrindo, da sua alegria contagiante e sua personificação de amor. Você sempre será a razão da minha felicidade, meu melhor amigo. As últimas notícias acabaram comigo, cada dia chego mais ao fundo do poço, já não sei se aguento mais“, escreveu Leniel na legenda de uma foto de seu filho, vestido com uma fantasia na escola.