Padre vai ao quarto de Bruno Covas após quadro irreversível e o que acontece na porta do hospital emociona

Nesta semana, nos surpreendemos com a notícia, de que o quadro de saúde do prefeito afastado de São Paulo, Bruno Covas, foi declarado como irreversível pela equipe médica responsável pelo seu tratamento. Covas vem tratando de um câncer na região do fígado, desde 2019, e teve uma piora significativa nos últimos dias, tendo que ter seu tratamento cancelado, pois nem mesmo um procedimento cirúrgico surtiria efeito contra a doença.

Bruno Covas, foi surpreendido com uma importante visita, após ter seu diagnóstico divulgado pelo hospital. Religiosos se reuniram na frente da unidade hospitalar, para desejar forças ao prefeito afastado de São Paulo. O ato foi organizado por familiares de Covas e 14 líderes religiosos, praticantes de diferentes religiosas presentes no Brasil e no mundo. Bruno Covas está internado em um leito semi-intensivo no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Antes do ato de fé, Covas havia recebido a ilustre visita de um padre, e também amigos e colegas do ramo político. Na porta do hospital, se reuniram entidades religiosas de diversas vertentes, para deseja forças ao político neste momento tão delicado, em que ele se encontra sob o efeitos de analgésicos e anestésicos para suportar as dores da doença. Católicos, protestantes, islâmicos judeus e outros, se reuniram na ação, com a permissão dos familiares de Covas, e sob a organização do Núcleo Interreligioso do PSDB, partido do prefeito afastado.

Tomás Covas, de 15 anos, filho de Bruno, foi visto aos prantos após uma visita ao seu pai, e na ocasião, ele usava uma jaqueta do time do coração do pai, o Santos Futebol Clube. No início de Maio deste ano, Bruno Covas se afastou de seu cargo administrativo, e foi internado sem qualquer previsão de alta. A esta altura, nenhum tratamento pode ser realizado, nem cirurgias, mas ainda assim, desejamos forças a ele, e a todo sua família para passar por esse momento difícil.