Padre de SP larga batina por amor a homem casado há 23 anos com uma mulher: ‘Pudemos nos libertar’

De fato sexualidade e religião são assuntos que são polêmicos, pelo menos no Brasil, e quando são misturados na mesma conversa pode causar contradições e opiniões adversas, porém como sabemos, cada um tem sua escolha e caminho que só cabe a si mesmo escolher ou não.

Algumas histórias amorosas por exemplo, são grandemente surpreendentes chegando até a emocionar alguns. Um casal especifico acabou contando sua curiosa história recentemente, 8 de junho, a história foi contada a um site voltado ao público LGBT. Sérgio Bedin era padre, quando acabou se apaixonando pelo atual musico Rogério Koury. Os dois se conheceram em uma transmissão ao vivo em um de seus projetos. O músico cujo tem habilidades com piano, não perdeu muito tempo e acabou se apaixonando pelo padre.

No entanto, tinha um problema que poderia afetar fortemente o amor dos dois. Sérgio tinha o cargo de padre em uma igreja, fato que poderia dificultar o amor dos dois, já que teses da igreja católica não permite que relacionamentos homossexuais se realizem. Já Rogério era então um homem hétero, com casamento de 23 anos com a mesma mulher. O casal enfrentou diversos tipos de preconceito e obstáculos, porém os dois juntaram suas forças e conseguiram assumir publicamente o relacionamento em março esse ano (2021).

Em uma missa, publicamente Sérgio assumiu firmemente seu relacionamento homossexual com Rogério. “Foi um momento especial, os fiéis o aplaudiram pela coragem de se assumir”, exclamou o padre em uma entrevista. Já Rogério desabafou então a sua atual esposa, Renata, a mesma também havia percebido que ele sofria grande conflito pessoa. Ela acabou apoiando fortemente o ex-marido a viver o relacionamento com o ex-padre. Os dois ainda mantém contato, mas dessa vez como grandes amigos, mas a mesma não deixa de apoiar o ex-marido na sua decisão.

“Todo esse processo envolveu muito amor, recebi um dos abraços mais calorosos do mundo dos meus filhos quando contei“, garantiu Rogério, que na maior parte de sua vida não tinha se assumido homossexual. Atualmente, o ex-padre, o pianista e a família do músico vivem na mesma casa, na cidade de Sorocaba, no estado de São Paulo.

O pianista que teve dois filhos e um casamento hétero, desabafou que assumir publicamente sua sexualidade foi uma grande libertação e alivio. “Pudemos nos libertar e aceitar essa experiência de vida nova sem que eu deixasse de viver com a família que construí”, completou ele sobre o assunto de sua sexualidade.