Mulher é presa após matar filha recém-nascida com alça de sutiã ” Eu não queria ela, já tenho 3 pra criar”

Depois que um morador de rua encontrou o corpo de um bebê recém-nascido em uma lata de lixo, dois homens e uma mulher foram presos por assassinato e ocultação do corpo.

A vizinha chamou a polícia e encontrou o bebê morto, furioso e chocado com o crime. O crime ocorreu na noite de quarta-feira dia 03 de fevereiro, depois que os pais do bebê.

Outro homem foram presos durante as filmagens na área da Luz, na região central de São Paulo, três suspeitos foram presos carregando sacolas plásticas com sacos plásticos.

O corpo da criança. No momento da prisão, a mãe da criança, Rosiane Nascimento Correia, admitiu ter estrangulado o bebê com um sutiã, ela disse que cometeu o crime por causa da depressão.

O pai do recém-nascido, Antônio Carlos Batista Conrado, negou o crime. A autônoma Daniele Souza Meireles é uma das vizinhas, e ela disse que a cena foi uma das piores que ela já tinha visto.

Além dos pais, a polícia prendeu também o tio do bebê, Antônio Silvano Correia, Depois que os pais do bebê e outro homem foram presos durante as filmagens, três suspeitos foram presos.

Eles carregavam sacos plásticos com o corpo da criança. No momento da prisão, a mãe da criança, Rosiane Nascimento Correia, admitiu ter estrangulado o bebê com um sutiã.

Ela disse que cometeu o crime por causa da depressão. O pai do recém-nascido, Antônio Carlos Batista Conrado, negou o crime, os criminosos colocou o corpo da criança no saco de lixo.