Motorista de ônibus morre após sofrer agressão de passageiros que se recusaram a usar máscaras

Esse caso está gerando uma revolta pública, por um motorista de ônibus que foi agredido por dois homens que se recusaram a usar máscaras de proteção para entrarem, o motorista morreu cinco dias após o acontecimento.

Isso serve de exemplo para todos para seguirem as orientações dos órgãos da saúde,  para ter vidas poupadas pelo coronavírus e ter mais consciência das suas ações e pensarem antes de fazerem qualquer coisa.

Tendo essa pandemia em todos os países do mundo, todos os profissionais da saúde estão fazendo de tudo e buscando meios de vencer e parar com o alastramento do vírus, mas com isso todos devem cooperar para que isso não se alastrar mais.

São várias famílias que estão lutando contra o vírus, e muitas perderam familiares por conta do vírus. Em todo o mundo mais 560 mil pessoas morrem após contrair o vírus.

Por esse motivo a organização mundial da saúde, estabeleceu o uso obrigatório de máscaras de proteção saindo de suas casa já colocam a máscaras, mas sair se seja realmente necessário.

O motorista Philippe Monguillot, foi agredido brutalmente após não deixar dois homens entrarem no ônibus sem máscaras ele não estavam seguindo o protocolo isso aconteceu na França.

Os homens foram presos sob acusação de tentativa de homicídio, e tinha um terceiro homem que estava protegendo o agressor, mas quando a polícia chegou ele veio a se esconder.

Muitas críticas nas redes sociais por um homem trabalhador perdeu sua vida tão cruelmente por pessoas que não tem limites e nem responsabilidades por ter posto vidas em risco e não seguirem a lei.