Morte de atriz assassinada pela amiga no RJ tem desfecho; polícia prendeu autora do crime hoje

Um crime chocante aconteceu em setembro do ano passado, em Nilipólis, na Baixada Fluminense, envolvendo a atriz de filmes adultos Luane Honorio de Souza, que usava o nome artístico Aline Rios. A mulher ficou cerca de três meses internada, após ser esfaqueada dentro da casa em que dividia com a própria amiga. Agora, meses após o crime, a amiga finalmente teve sua prisão preventiva decretada.

Luane convidou Vitória Roberta Alves da Silva, sua amiga de muitos anos, para morar com ela em sua casa, após descobrir que a amiga estava passando por dificuldades. Mas o que mais chamou a atenção, foi que apenas 5 dias depois de sua chegada, Vitória acabou agredindo sua própria amiga.

A mulher agrediu, esfaqueou e apedrejou Luane no pescoço, e após o ato horrendo, demonstrou extrema frieza ao vender todos os pertences da atriz, para consumir drogas. Entre os objetos estavam microondas, chapinha e secador de cabelo. Luane foi levada até o hospital Duque de Caixias e foi internada, por mais de 3 meses mas não resistiu e veio a óbito.

Vitória (foto abaixo) tinha passagem por tráfico de drogas e furto de veículos, de acordo com informações divulgadas pela polícia. Segundo uma tia de Luane, a discussão entre as duas teria começado porque Vitória acreditava que Luane tinha R$ 500 guardados em casa.