Morre ator do filme Piratas do Caribe e notícia pega seus fã de surpesa

Mais uma vez o mundo artístico está de luto esta semana. Quase que diariamente, temos que noticiar a morte de algum artista querido, que fez parte da nossa vida, dando vida a personagens marcantes. Mas não só atores, mas cantores, pintores e etc, todos nós estamos fadados a ver o fim de nossa própria jornada.

É com pesar que noticiamos a morte do ator David Bailie, que morreu na última sexta-feira (05/03). A demora pela divulgação de sua morte, se dá ao fato de que essa informação, só divulgada para os veículos de imprensa, uma semana após seu falecimento.

Por mais de 50 anos de sua vida, David se dedicou as telas de cinema. O ator ficou famoso, por interpretar o personagem Cotton, o pirata silencioso, que não conseguia falar, mas ensinou seu papagaio a falar por ele, um dos personagens mais engraçados e interessantes da saga. David já trabalho com diretos de renome, como como Lars von Trier e Freddie Franci.

“Ator, fotógrafo, Youtuber, poeta, fabricante de móveis, amigo pirata”, lembrou seu amigo, Angus Wright. David nasceu no ano de 1937, um sul-africano, que se naturalizou como inglês. Além de participar de 3 filmes, da saga Piratas do Caribe ( O Baú da Morte, A Maldição do Pérola Negra e O fim do Mundo), o ator já havia feito participações com pequenos papeis, sem muita pretensão.

Um dos mais conhecidos, foi o de  Dask/Taren Capel durante a 14ª temporada de “Dr. Who”: os quatro episódios de “The Robots of Death” (1977). Seu amor pela atuação, comeceu cedo, quando ele atuava em alguns teatros amadores, em Zimbaué.

David Bailie, também foi fotógrafo profissional. O artista, era um especialista em produção de retratos . Ele tinha um estúdio em West Kensington, Londres. Sua morte foi recebida com muita surpresa, pois foi avançada muito tardiamente, por Kevin McNally ao responder à pergunta de um seguidor.