Moro elogia governo de Dilma Roussef ao deixar cargo de ministro

Como todos já devem saber, Sergio moro, agora é ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública, pois nessa sexta-feira, 24/04/2020, ele pediu demissão, do cargo, durante uma longa entrevista coletiva, concedida por ele.

Durante o anúncio de sua saída, ele fez criticas de forma respeitos ao Presidente da República Jair messias Bolsonaro.

A demissão de Moro, se deu pois, ele não havia concordado com exoneração de Maurício Valeixo, que exercia a função de diretor-geral da Polícia Federal.

Segundo Sergio, ele ficou sabendo sobre a confirmação da saída de Valeixo, pelo Diário Oficial da União.

Antes mesmo de anunciar a sua saída oficial, ele criticou o fato da política interferir na Polícia federal.

E sem citar nenhum nome, ele inclusive elogiou a ex-presidente Dilma Roussef – PT.

“Foi garantida a autonomia da Polícia Federal durante as investigações. O governo da época (Dilma Roussef) tinha inúmeros defeitos, crimes de corrupção, mas foi fundamental a manutenção da autonomia da PF para que fosse realizado o trabalho”, afirmou o agora ex-ministro.

Sergio Moro, como todos sabem, exerceu a função de juiz, e foi ele o responsável pela condenação de Luiz Inácio Lula da Silva, devido a operação Lava Jato.

Ao todo a condenação do ex-presidente do Brasil, foi de nove anos e seis meses.

Após a sua condenação em segunda instância, ele acabou sendo preso na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

Moro, afirmou que irá descansar um pouco, pois tudo o que aconteceu nos últimos dias, acabou esgotando ele.