Menino de 2 anos vence a Covid-19 depois de ficar 13 dias internado e os pais agradecem: “Descobri que havia pessoas orando por ele até fora do Brasil”

A covid-19 está causando um caos na vida dos brasileiros, com mais de 1,3 milhões de infectados e 65 mil óbitos já registrados, a doença se tornou um dos maiores desafios que o país ja enfrentou desde sua existência. 

Infelizmente, a doença está mostrando uma série de vulnerabilidades que o nosso sistema possuí, desde o nosso sistema de saúde que não consegue suportar a quantidade de casos chegando diariamente para serem tratados, como a falta de juízo ético que uma porcentagem da população não possuí por negligenciar as medidas de prevenção. 

O Governo tem implantado inúmeras formas de evitar a proliferação da doença, com medidas de prevenção e isolamento social, dando de alicerce para a população mais impactada pela pandemia recursos financeiros para lidar com a situação. 

No meio de tantas histórias devastadoras sobre o que o vírus é capaz de destruir, existem momento de alegria. Momentos como o de Nicolas, um garoto de 2 anos de idade que estava a 13 dias internado lutando pela sua vida, foi curado e está em recuperação, o que foi motivo de alegria e festa para seus familiares e amigos. 

A razão é desconhecida de como o pequeno foi infectado, por a família estar cumprindo com a quarentena, não se sabe qual foi a razão da contração da doença por parte da criança. 

O diagnóstico da criança foi difícil de ser oficial, foram inúmeros exames e testes, nesse período o garoto havia apresentado febre alta, manchas no corpo e não se alimentava. 

Após a situação ficar um pouco mais clara, o garoto foi diagnosticado com “síndrome de kawasaki”, que por estar em estado avançado, precisou ser internado as pressas em um leito de UTI que era disponibilizado pelo convênio da família. 

Durante o período de internação o garoto contraiu a doença da covid-19 e passou por tratamento intensivo, alguns relatos internacionais informam que os sintomas mostrados pela doença em crianças são diferentes em relação aos adultos. 

No entanto o garoto venceu a batalha e conseguiu se ver livre da doença, o que foi comemorado por muitas pessoas que participavam do ciclo de oração e torciam pela vitória do menino.