Menina que foi agredida com socos, chutes e chicoteadas pela mãe e madrasta tem piora: ‘Coma gravíssimo’

Um caso chocante aconteceu nos últimos dias. Acontece que uma menina de apenas 6 anos de idade, foi agredida e torturada pela própria mãe, e pela madrasta. O caso aconteceu na cidade de Porto Real, e chocou o Brasil inteiro, devido a crueldade das mulheres, com uma criança tão inocente. A criança foi resgatada pela polícia, mas se encontra em estado grave em um leito de hospital.

Mãe da criança
Mãe da criança torturada

O último boletim médico, divulgado pela Unidade de saúde particular, informa que a pequena garota está em ” “coma gravíssimo e sofreu deterioração das funções vitais nas últimas 12 horas apresentando hipotermia, hipotensão arterial e queda do volume urinário”. O boletim informa também, que a criança está sendo alimentada por uma sonda.

 Após decisão do juiz Marco Aurélio da Silva Adania, a mãe a madrasta da garota, tiveram a prisão preventiva decretada na última quarta-feira (21), após confessarem a autoria dos crimes. Segundo informações do magistrado, a criança vinha recebendo agressões constantes, em sessões de tortura, e também estava sendo privada de alimentação. Na determinação da prisão das duas acusadas, o juiz já informava que o quadro de saúde da criança era de risco, com a vítima podendo vir a óbito ou ficar em um estado vegetativo, em função da grave lesão na cabeça.

Madrasta da Criança
Madrasta da Criança torturada

A criança, foi agredida durante mais de 48 horas, com chutes, socos, e foi até mesmo chicoteada com um fio de televisão. Quando socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), na última segunda-feira (19), a menina estava agonizando e tinha várias lesões pelo corpo. Ela foi levada até o hospital São Francisco de Assis, e após isso foi transferida para um hospital particular em uma cidade vizinha.

A equipe policial chegou na localidade, em que a garota estava sendo mantida, e prendeu as mulheres em flagrante. Ambas serão acusadas pelo crime de tortura.