Medo me acompanha sempre, não posso dar brechas’: Fábio Assunção fala sobre dependência química durante a quarentena

Um dos atores mais famosos do Brasil, Fábio Assunção tem uma lista de sucessos em seu currículo e sempre está na mira do público, ser isso bom ou ruim, em uma entrevista na revista Veja falou sobre esse momento atual de sua vida.

Depois de exibir sua nova forma física com 27 quilos mais magro e com os músculos definidos se tornou o centro dos comentários e crítica gerada ao ator, mas na entrevista não esconde perguntas pessoais ou polêmica.

Em entrevista falou abertamente como o seus problemas com drogas, que há mais de anos enfrenta por ser  dependente químico, mas hoje ele afirma em estar num lugar mais saudável.

O ator Fábio Assunção assumiu  que vive com medo de recair, mas isso o mantém alerta para os riscos que o cercam,e decidiu esse ano não beber álcool e viu melhorias na sua saúde.

Fábio afirma que suas compulsões  que está bem acolhida, que ele está em um bom lugar, que ainda fuma  cigarro e que ainda não chegou no fundo do poço, pois quem chega lá e quem desiste e morre.

Disse também que não mantém segredos dos filhos e conversa com o mais velho João de 17 anos, e a caçula  é muito pequena ainda para entender algumas coisas, a Ello de 9 anos.

Que está batalhando muito contra o álcool e as drogas, pelo menos quinze anos, que não pode dar brechas para a compulsões. Fábio está encarando tudo sozinho nesta quarentena aos 48 anos, passa cuidando de si mesmo.

Na entrevista o ator afirmou que está bem com o seu corpo que nunca fez plástica e está ótimo com seus cabelos grisalhos, que é o melhor momento de sua vida tendo parado com as drogas  e o álcool está feliz e se dedicando a sua vida e suas metas.