Mãe morre minutos após saber da morte do filho por Covid-19; ele se negou a ficar internado para tratamento

Na noite da última segunda-feira dia 08 de fevereiro, foi registrado um caso de celular na cidade de Ceres, em Goiás. A dona de casa Maria Eustáquiada Silva, de 69 anos, foi diagnosticada com Covid-19 no hospital e faleceu ao saber que não resistia às complicações da doença.

O amigo da vítima confirmou a informação em entrevista ao portal UOL. O filho de Maria foi identificado como Irapuã Francisco da Silva. O amigo da família, que pediu para não ser identificado.

Relatou que quando a dona de casa recebeu a infeliz notícia da morte de seu filho ele foi preso, Após ser dispensado, o corpo de bombeiros foi até a residência da família e encontrou Maria Eustáquia sofrendo de parada cardíaca.

As equipes de resgate executaram todos os planos de recuperação. Posteriormente, a aposentada foi encaminhada para o Hospital Pio X, mas a vítima finalmente não resistiu e confirmou sua morte.

Segundo informações do “JA 2” da Rede Anhanguera, filial da TV Globo em Goiás, os aposentados haviam feito cateterismo há dois anos. O filho de Maria Eustáquia desenvolveu os primeiros sintomas da Covid-19 no início de janeiro.

No entanto, ele não procurou atendimento médico. Depois, ficou sem fôlego e foi para o Hospital Municipal de Lillemar, cidade vizinha, onde recebeu o diagnóstico positivo da doença. Durante o exame, a taxa de infecção pulmonar do paciente foi de 75%.

Afinal o amigo disse que o homem se recusou a dar entrada no hospital, assinou a cláusula de responsabilidade e deixou o hospital. Na tarde da última segunda-feira dia 08 de fevereiro.

O motorista voltou a adoecer e procurou atendimento em Ceres, mas acabou não resistindo. Aliás os corpos da mãe e do filho foram sepultados no Cemitério Municipal de Ceres nesta terça-feira dia 09.