Mãe mata as filhas de 1 e 3 aninhos e diz que elas “atrapalhavam a vida sexual”

Notícias envolvendo morte, geralmente repercutem no mundo todo, mas quando assunto se trata de algum caso envolvendo crianças, gera nas pessoas um sentimento de impotência e até mesmo revolta.

E foi exatamente isso que ocorreu na Inglaterra há pouco tempo.

Um crime bárbaro chocou a população no interior da Inglaterra.

O local é conhecido como Rugby, o que mais chama atenção é a idade da autora do crime.

A criminosa que assassinou as crianças, foi a jovem Louise Porton.

Ela era a mãe de duas crianças que foi assassinada por ela, e o que chamou a atenção das autoridades locais, aí frieza com a qual ela executou a ação além da pouca idade de possui, apenas 23 anos.

Conforme informações divulgadas, os promotores constataram que o motivo real das crianças terem sido mortas, foi o fato de que elas estavam atrapalhando a vida sexual de Loise.

Durante o julgamento, acusada negou que teria cometido o ato em questão.

Porém o júri popular, viu que as provas todas apontavam para a jovem.

Com isso eles decidiram optar pela condenação, e ela foi condenada a prisão perpétua logo ela permanecerá presa pelo resto de sua vida, para pagar pelos crimes que cometeu.

As crianças foram mortas, em um espaço de tempo de quase 20 dias, a primeira criança perder sua vida foi Lexi Draper, que tinha apenas três anos de idade, logo em seguida foi a vez de sua irmã de 1 ano e 5 meses, Scarlett Vaughan.

Foi descoberto, que a mãe marcava constantemente encontros em um aplicativo de namoro chamado Badoo.

Abaixo você confere uma das últimas fotos tiradas das duas crianças em um momento de pura descontração.

Infelizmente no mundo, essas atrocidades estão se tornando comuns pois devido ao isolamento social a violência doméstica tem aumentado consideravelmente.