Mãe de adolescente de 16 anos morta em motel desconfia de assassinato; IML divulgou laudo

Ana Paula Ziamini ainda não conseguiu absorver a morte da filha. L.I.Z, de 16 anos, saiu de casa para se encontrar com Lucas Nascimento de Carvalho, de 29 anos.

Ana Paula tem conhecimento do encontro da filha com o homem de 13 anos e autorizou, no entanto, o acordo alcançado é que eles irão ao shopping para comer e assistir filmes, os dois foram para um motel.

O caso ocorreu nesta quarta-feira dia 20 de janeiro em Pinhais, no Paraná, no local, L.I.Z adoeceu, sangrou e morreu, apesar de ter sido resgatado por Lucas e levado ao pronto-socorro da cidade.

Após o incidente, a mãe desabafou em uma entrevista e deixou claro que acreditava que sua filha havia sido assassinada. “Acho que ela foi assassinada, minha filha saiu de casa às 13h10 para ir ao shopping.

Às 14h14, eu já estava dentro de Uber de Pinhais – minha filha estava morta”, Ana, disse, as mortes da adolescente L.I.Z continuam a reverberar, especialistas do IML.

Divulgaram a causa da morte, da menina na sexta-feira dia 22 de janeiro, sofre de edema pulmonar e não consegue resistir. Embora essa informação tenha sido divulgada, a causa da morte ainda não é clara.

Isso ocorre porque o edema pode ser causado por vários motivos, incluindo trauma torácico. Lucas foi detido por ter sido preso publicamente e ela deixou a prisão na quinta-feira de manhã.

Porque não havia evidências de que L.I.Z foi assassinado, apesar das suspeitas de sua família, a polícia ainda está investigando, o Instituto Médico Legal não esclareceu a causa da morte de um adolescente que foi para um motel com um homem de 29 anos.